terça-feira, 26 de julho de 2016

Reforma da previdência promete punir quem mais contribui e manter benefícios a militares e políticos

Prioridade para o governo interino de Michel Temer e incógnita para os brasileiros, a reforma previdenciária vai arrebentar, segundo especialistas, do lado mais fraco da corda. Ou seja, do trabalhador que contribui com o INSS. Militares, servidores públicos, parlamentares e o judiciário não deverão sofrer impacto. E é aí que está o problema. 
Enquanto o déficit do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), que reúne os milhões de contribuintes do INSS, foi de R$ 88,6 bilhões em 2015, os regimes próprios da União, estados, municípios e militares federais, muito mais restritos, causaram um rombo de R$ 126 bilhões ao Tesouro. 
E há um agravante. Quem contribui com o INSS, onde todos pagam, injetou R$ 5,1 bilhões nos cofres públicos no ano passado, enquanto nos regimes próprios nem todos pagam, ou pagam menos que os 
trabalhadores comuns. 
No regime geral, o buraco é consequência do que é pago aos trabalhadores rurais. Afinal, eles recebem os benefícios, mas não colocam dinheiro no programa, mas por uma questão de justiça social. Em 2015, o homem do campo respondeu por um rombo de R$ 91 bilhões no programa. “Sem o benefício, certamente haveria um êxodo rural desordenado e um empobrecimento muito forte da população rural”, afirma o presidente do Instituto de Estudos Previdenciários, Roberto de Carvalho.
Segundo o especialista, no entanto, é necessária uma reestruturação do programa para fazer com que o homem do campo passe a contribuir com a previdência, mesmo que de forma tímida. “Para isso, é preciso entender a dinâmica da aposentadoria. Tem que entender a importância de contribuir, nem que o pagamento comece em 15 anos”, pondera. 
Privilégio
No entanto, mais importante do que rever a forma como o homem do campo é inserido na previdência, é imprescindível alterar o regime próprio dos militares, destaca Carvalho. Somente em 2015, as Forças Armadas foram responsáveis por um desfalque de R$ 32,5 bilhões aos cofres públicos. O problema, conforme o presidente do Ieprev, é que as Forças Armadas não contribuem para a previdência. 
“Ninguém mexe nos benefícios dos militares. Por quê? O funcionalismo público foi alterado, o regime próprio dos políticos e do judiciário mudou, o regime geral, que afeta os trabalhadores, é sempre o primeiro a mudar. Mas o dos militares não muda”, critica. 
Ele destaca que a única mudança realizada na previdência das Forças Armadas diz respeito ao pagamento complementar de 1,5% do salário para que as filhas dos militares tenham direito a receber a pensão completa do servidor, caso ele venha a falecer. “E quem arca com isso é o Tesouro. É o trabalhador, que contribui com o INSS. É um absurdo”, afirma. 
Senadores e deputados garantem privilégios na aposentadoria
A reforma da previdência é uma caixa preta. O que se sabe até agora é que deve ser implantada uma idade mínima para a aposentadoria. Provavelmente, próxima da casa dos 65 anos. A proposta é encabeçada pelo Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que se aposentou aos 53 anos na Câmara dos Deputados, de onde recebe R$ 19.389,60 por mês. Michel Temer, presidente em exercício, aposentou aos 55 anos como procurador do Estado de São Paulo e recebe R$ 30.613,24 de benefício. 
Segundo o Ministério do Trabalho e da Previdência Social (MTPS), a expectativa de vida do brasileiro está aumentando. Em contrapartida, o número de filhos por casal tem diminuído drasticamente. Como consequência, a pirâmide etária do país tem se invertido, motivo pelo qual seria necessário ampliar a idade mínima. Afinal, a previsão é a de que no futuro haja mais pessoas aposentadas do que no mercado de trabalho, tornando o modelo da previdência insustentável. 
“O real problema é que o contribuinte do INSS tem rigorosamente o imposto descontado na folha de pagamento, enquanto políticos, por exemplo, não contribuiam há até pouco tempo”, ressalta. 
Até 1999, os parlamentares aposentavam pelo Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC). Entre os benefícios do plano estava o direito de deixar o mercado de trabalho após 8 anos de mandato e um mínimo de 50 anos de idade. Neste modelo, o Senado pagou, em junho deste ano, 52 aposentadorias de senadores. Outros 19 recebem pelo atual modelo, o Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC), que exige idade de 65 anos e contribuição de 30 para aposentadoria em qualquer regime. O salário, porém, é pago de acordo com o recebido como parlamentar. Para cada ano de mandato, o congressista recebe 1/35 do que recebia quando Senador. A casa não informa o balanço de 2015, mas o presidente do Ieprev garante que há déficit. “E o dinheiro sai do Tesouro”, critica.
As mesmas regras valem para os deputados federais. Em 2015, a Câmara pagou R$ 19,7 milhões a beneficiários do Plano de Seguridade Social dos Congressistas, sendo R$ 15,7 milhões aos aposentados e R$ R$ 4 milhões aos pensionistas (viúvas e filhos menores). 
Já os aposentados e pensionistas do IPC custaram aos cofres públicos R$ 116 milhões em 2015. As contribuições não foram informadas pela Casa. Portanto, não é possível saber o balanço. 


“O déficit do regime próprio é de R$ 126 bilhões, e o do regime geral, de R$ 88 bilhões. Mas vão mexer no Regime Geral”
Roberto de Carvalho
Presidente do Ieprev

Arte Previdência
Ponto a ponto
Aposentadoria baixa
Embora mais de 33 milhões de pessoas sejam beneficiárias do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), o valor médio pago por benefício é baixo. No caso das pessoas que se aposentam por idade, ou seja, que atingem a idade mínima para se aposentar, a média é de R$ 888,91, pouco mais que um salário mínimo. Quem se aposenta por tempo de contribuição, ou seja, contribui por 35 anos no caso dos homens (e 30 no caso das mulheres) recebe uma média de R$ 1.817,56. 
Discrepância
A discrepância entre do Regime Geral da Previdência e do regime próprio das Forças Armadas chama a atenção. Enquanto o RGPS, que tem um déficit de R$ 88,6 bilhões, atende mais 33 milhões de beneficiários, as Forças Armadas, que causam um rombo de R$ 32,5 bilhões, beneficia menos de 300 mil pessoas, segundo o presidente do Ieprev, Roberto de Carvalho. 
Falta igualdade
O teto da aposentadoria para contribuintes do INSS é de R$ 5,1 mil. No caso dos políticos, eles se aposentam com o valor proporcional do último mandato (1/35 para cada ano de mandato, mesmo suplente, sendo o salário atual de um deputado de R$ 33,7 mil, sem benefícios). O economista especialista em Previdência José Prata Araújo condena a possibilidade de um congressista aposentar com um alto salário. “Exercício político não é profissão. O correto seria que, ao se aposentar, houvesse uma média dos salários, como ocorre com os contribuintes do INSS”, ressalta.
Ponte
No documento “Uma ponte para o futuro”, editado em 2015 pelo PMDB e que vem norteando o governo de Michel Temer, há uma minuciosa análise sobre a importância de ampliar a idade mínima. Conforme o texto, nos países mais desenvolvidos as pessoas trabalham até próximo dos 67 anos. Especialistas contestam. Segundo o presidente do Ieprev, na Europa, por exemplo, há uma preparação, com direito a remuneração, para que os idosos se qualifiquem para o mercado após atingirem a terceira idade. “Imagine uma pessoa que sempre realizou trabalhos braçais? Como ela vai trabalhar até 65 anos?”, questiona. O estudo ainda defende que homens e mulheres aposentem com a mesma idade, medida altamente criticada pelos movimentos sindicais. 

AV.Andrade Reis, nº 130- Centro São João  

Del Rei- (Próximo a Santa Casa)
Escola de Arte Cantábile
RUA :SANTO ANTONIO, 05- TEJUCO
TEL (032) 33726073




A melhor opção da região  quando se fala em carne  Boa. Qualidade,Preço e Atendimento 
São várias opções para sua mesa Venha conferir!   Açougue de Bovinos,Suínos,Aves e Derivados. Frango assado aos domingos e feriados!!!!!
Temperamos sua carne para churrasco!!!
Entrega sem cobrança de taxa.!!!!
Praça Santa Terezinha n 237 Matosinhos
São João Del Rei (36.305-190) - Minas
 32.3371-5235 /32.9991 5887

Aposentados e pensionistas do INSS receberão metade do 13º em agosto

Segunda parcela será paga em novembro. 
Antecipação da primeira parcela foi publicada, por um decreto
.

Aposentados e pensionistas do INSS vão receber metade do pagamento do 13º no mês que vem. A segunda parcela será paga em novembro. A antecipação da primeira parcela foi publicada, nesta segunda-feira (25), por um decreto, publicado no Diário Oficial da União.
A parcela de agosto será correspondente a até 50% do benefício do mês. A  segunda parcela, ainda de acordo com o decreto, será paga junto com os benefícios de novembro. Em julho, oministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, falou sobre a antecipação da 1ª parcela do 13º de aposentados.

Desde 2006, o governo antecipa a primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas na folha de agosto.
"TOLENTINO & CARVALHO, empresa que oferece serviços de cobrança com objetivo de dar suporte as empresas e instituições auxiliando no segmento de cobrança e de recuperação de crédito."
TOLENTINO & CARVALHO ASSESSORIA DE COBRANÇA 
Rua General Aristides Prado, 15 - Matosinhos
São João Del Rei - MG - CEP 36.305-026

(32) 3372 5203 - (32) 98860 1852 - (32) 98860 8860




SERRARIA AGOSTINI

Que a Serraria Agostini é a loja de materiais para construção com a maior variedade da cidade você já sabe! Agora ficou mais completa ainda com a inclusão de telhas cerâmica, linha para instalação a gás e grande variedade de produtos Led.Venha conferir e aproveite as outras ofertas!
Endereço: R. Antônio Agostini, 121 - Matozinhos, São João Del

 Rei - Telefone:(32) 3379-5500





LEÃO BURGUER



NOVIDADES

LANCHES ARTESANAIS E ESPETACULAR TODOS OS DIAS ECETO NAS SEGUNDAS FEIRAS QUE NÃO FUNCIONA.

Melhor lanche da região é indescritível.Só experimentando excelente!!!! A qualidade e o atendimento nada deixam a desejar.Ambiente familhar venha nos fazer uma visita.

VOCÊ MERECE O MELHOR LOCAL COM OS MELHORES PREÇOS DA CIDADE!
Endereço  praça da Biquinha, agora ao lado da auto escola

Igreja de São João del Rei recebe novos sinos adquiridos em campanha


"Lourdes" será o novo Sino da Igreja do Rosário  (Foto: Confraria da Igreja do Rosário/arquivo)

Bispo presidirá missa e bênção na Igreja do Rosário neste domingo (24).
Sinos foram comprados após mobilização na cidade.

"Lourdes", na foto, antes de receber a pátina, será um dos novos sinos da Igreja do Rosário (Foto: Confraria da Igreja do Rosário/arquivo)
Será realizada neste domingo (24) a bênção solene dos novos sinos da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a mais antiga de São João del Rei, construída em 1719. Os sinos "Lourdes" e "Catarina" foram adquiridos após a campanha chamada "Sentinela Sonora", que mobilizou grupos sociais, ligados à igreja e ao patrimônio histórico.
O maior dos dois sinos, "Lourdes", pesa 600 quilos e ficará no campanário que estava vazio. Foi batido por ficar logo acima da gruta de Nossa Senhora de Lourdes, dentro da Igreja. "Catarina", que pesa 400 quilos, será o quarto sino no outro campanário, junto de "Domingos".
"Após estudos foi determinado que as fissuras não comprometiam o sino, portanto, ele continua lá. Os nomes fazem referência a São Domingos e à Santa Catarina de Sena, os patriarcas da Ordem Dominicana. Estamos respeitando a tradição da cidade em batizar os sinos, que foi preservada ao longo do tempo", disse Nélson Antunes.
"Catarina" novo sino Igreja de NS Rosario São João del Rei (Foto: Confraria da Igreja do Rosário/arquivo)Na foto, o sino "Catarina" antes de receber a pátina
(Foto: Confraria da Igreja do Rosário/arquivo)
A missa, a partir de 8h30, seguida da bênção solene será presidida pelo bispo Dom Célio de Oliveira Goulart e encerra a campanha "Sentinela Sonora".
A mobilização reuniu o professor da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais, André Guilherme Dornelles Dangelo; a Confraria do Rosário; a Associação dos Amigos de São João del- Rei; a Atitude Cultural; o Centro Cultural Feminino; a Paróquia do Pilar e o Museu de Arte Sacra. O grupo conseguiu o valor suficiente para encomendar os novos sinos.
"Começamos a campanha a partir de sugestão do arquiteto André Dangelo de que fosse colocado um sino em um dos nossos campanários, que estava vazio. E na época, foi cogitada a substituição do "Domingos", que apresentava algumas fissuras. Nós nos reunimos e fizemos uma campanha que teve resposta positiva, chegando a R$ 60 mil", explicou Nélson Antunes, da Confraria da Igreja do Rosário.
Após cotação de preços, Nélson Antunes explicou que a compra dos sinos "Lourdes" e "Catarina" foram feitas em Piracicaba (SP), receberam a pátina no Rio de Janeiro e a parte superior de madeira em uma oficina em Tiradentes (MG). "Eles chegaram a São João del Rei no início de julho e agora receberão a bênção para serem içados para as torres", disse.
POSTO VIANINI

Acumule abastecimentos *e a cada 1000 litros abastecidos do mesmo produto, você ganha 40 litros.
Procure a administração e conheça outras novidades.

VALIDO SOMENTE PARA ABASTECIMENTO A DINHEIRO.

  Time que está ganhando não se mexe. No Posto Vianini, os clientes que experimentam comprovam: a Gasolina V-POWER Limpa, protege e melhora consideravelmente o desempenho do motor.  Abasteça com V-POWER, o seu carro agradece!
 
       Com a melhor localização da cidade e um amplo espaço físico com conforto e facilidade para as manobras dos motoristas, o posto Vianini também oferece serviços como troca de óleo rápida e confiável por profissional especializado, lavagem, lubrificação, variedade de lubrificantes, loja de conveniências com o melhor PÃO DE QUEIJO RECHEADO do bairro das Fábricas, facilidade no pagamento, além de um ambiente agradável e familiar.
Neste posto você pode confiar!
Posto Vianini, revendedor Shell 
Av. Leite de Castro nº 1670 no bairro das Fábricas

Endereço: Rua Vereador Eli de Araujo, 197 / Rua Dr. Edmundo Loures, 72 - Fábricas
Tels: (32) 3371-6492 / 3371-6195 / 3371-5716

PASTELARIA MATOSINHOS

 venha comer o melhor pastel da cidade. 
.
 SUCOS , SALGADOS, 

VITAMINAS, 

LANCHES.

RUA JOSUÉ DE
                    
 QUEIROZ 125.

 MATOSINHOS 



TEL: 33715595 

Salão Marli cabeleireira unissex

Agora muito mais completo,você poderá encontrar aqui o que deseja.



 Rua Marechal Deodoro - n°236- centro São João del Rei - MG  Tel: 3371-4045 / 9934-2074
 Cabeleireira
 Maquiadora
 Manicure e Pedicure
 Depilação
 Drenagem Linfática
 Banho de lua 
 Design de Sobrancelhas
 Massagista
 Limpeza de Pele
 Depilação a lazer


  • DEL.REY.PEDRA SABÃO

  • Venha  conhecer  nossos  produto

    LARGO. DO.ROSÁRIO, 40 SÃO
    JOÃO DEL REI MG

  •   FONE (32) 337136

  • Aproveite as grandes 

    marcas, c/ melhores 

    preços 
     

    V.Leite de Castro,1600 Bairro das Fabrica(ao.lado.do.posto.Vianini) 




Eleições 2016: datas e regras

Urna eletrônica (Foto: Nelson Jr./TSE)Confira o calendário da disputa que elegerá prefeitos e vereadores.
Regras da eleição municipal serão as aprovadas pelo Congresso em 2015.

O primeiro turno das eleições municipais de 2016, que elegerão em todo o país prefeitos e  vereadores, será realizado em 2 de outubro, primeiro domingo do mês. O segundo turno, somente em cidades com mais de 200 mil eleitores, está marcado para 30 de outubro, último domingo do mês. Confira abaixo o calendário eleitoral de 2016 com as principais datas da disputa. O prazo para tirar o título de eleitor, por exemplo, termina no dia 4 de maio.
As principais mudanças nas eleições de 2016 com relação às de 2014 foram determinadas pelo projeto de reforma política aprovado no Congresso em 2015 e sancionado pela presidente Dilma Rousseff em outubro do ano passado.Um ponto ainda está pendente e não é consenso no meio político. Como a presidente Dilma Rousseff vetou o item que permitia o financiamento empresarial de campanha e esse veto pode ser derrubado pelo Congresso, não há definição do que pode acontecer caso deputados e senadores restabeleçam o dispositivo. No entanto, se o veto for mantido, não haverá doação de empresas para campanhas neste ano.Na reforma aprovada pelos parlamentares, foram alterados, por exemplo, o prazo para início da campanha e a data-limite para candidatos se filiarem às legendas pelas quais pretendem concorrer. De acordo com as novas regras, as campanhas terão início mais tarde (confira aqui o calendário completo e as novas regras).
CRONOLOGIA
Veja abaixo as principais datas das eleições municipais de 2016:
Calendário 
Evento
2 de abril
Prazo para o candidato estar fifliado a um partido.
4 de maio
Prazo para o eleitor tirar o título de eleitor, pedir transferência de domicílio, regularizar sua situação ou solicitar a transição para uma seção eleitoral especial (em caso de deficiência).
13 de junho
Início do período para nomeação dos membros das mesas receptoras e do pessoal de apoio logístico dos locais de votação.
5 de julho
Data a partir da qual os candidatos podem fazer propaganda intrapartidária, visando sua nomeação à candidatura. É vetado o uso de rádio, televisão e outdoor.
20 de jullho
Os partidos são autorizados a promover convenções para definir seus candidatos.
3 de agosto
Prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título de eleitor fora do seu domicílio eleitoral.
15 de agosto
Data limite para os partidos e as coligações registrarem seus candidatos.
16 de agosto
Está autorizada a propaganda eleitoral. A campanha começa.
26 de agosto
Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.
13 de setembro 
Último dia para que os partidos políticos, as coligações e os candidatos enviem à Justiça Eleitoral os gastos de campanha dos candidatos.
15 de setembro
Divulgação do relatório das receitas em dinheiro coletados pelos partidos e pelos candidatos para patrocinar as campanhas.
17 de setembro
Data a partir da qual nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito.
22 de setembro
Último dia para o eleitor solicitar a segunda via do título de eleitor dentro do seu domicílio eleitoral.
27 de setembro
Data a partir da qual nenhum eleitor poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito ou em virtude de setença criminal por crime sem fiança ou por desrespeito a salvo-conduto.
29 de setembro
Fim da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.
30 de setembro
Termina o período de exibição de propaganda eleitoral paga.
2 de outubro
Primeiro turno das eleições.
28 de outubro
Último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita do segundo turno no rádio e na televisão e da porpaganda paga na imprensa escrita.
30 de outubro
Segundo turno das eleições.



 alterações aprovadas na reforma política foi a data para os candidatos se filiarem a partidos pelos quais pretendem concorrer. Nas eleições de 2014, eles tinham que se filiar com pelo menos um ano de antecedência. Agora, poderão ingressar na legenda seis meses antes, até o fim de março.
Convenções partidárias (julho-agosto)
As convenções partidárias para escolha dos candidatos, deverão ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto. Antes, ocorriam entre 10 e 30 de junho.
Propaganda no rádio e na TV (a partir de agosto)Início da campanha (agosto)
Neste ano, a campanha começará oficialmente em 16 de agosto, ao contrário das eleições de 2014, quando os candidatos podiam pedir votos somente a partir de 6 de julho. Assim, a duração da campanha eleitoral fica reduzida de 90 para 45 dias.
A propaganda no rádio e na TV, por sua vez, começa a ser transmitida em 26 de agosto. Em 2014, os programas começaram a ser exibidos em 19 de agosto, o que reduz as inserções de 45 para 35 dias.
Prazo para registro de candidatos (até agosto)
O prazo para registro de candidatos pelos partidos políticos e coligações nos cartórios deve ser feito até as 19h do dia 15 de agosto de 2016.
NOVAS REGRAS
Veja as principais mudanças para as eleições deste ano:
Tamanho da propaganda na TV
Nas eleições municipais, no primeiro turno, serão dois blocos de 10 minutos cada, para candidatos a prefeito. Além disso, haverá 80 minutos de inserções por dia, sendo 60% para prefeitos e 40% para vereadores, com duração de 30 segundos a um minuto.
Propaganda "cinematográfica"
Nas propagandas eleitorais, não poderão ser usados efeitos especiais, montagens, trucagens, computação gráfica, edições e desenhos animados.
Veículo com jingles
Fica proibido o uso de qualquer tipo de veículo, inclusive carroça e bicicleta, no dia das eleições.
Pré-candidatura
Nas eleições deste ano, os políticos poderão se apresentar como pré-candidatos sem que isso configure propaganda eleitoral antecipada. Ficam vedados, porém, pedidos explícitos de votos antes do início oficial da campanha. Também fica permitido que os pré-candidatos divulguem posições pessoais sobre questões políticas e possam ter suas qualidades exaltadas, inclusive em redes sociais ou em eventos com cobertura da imprensa.
Gastos nas campanhas
Para prefeitos, pode-se gastar 70% do valor declarado pelo candidato que mais gastou no pleito anterior, se tiver havido só um turno, e até 50% do gasto da eleição anterior se tiver havido dois turnos.
Teto de gasto de campanha de prefeito em município com até 10 mil habitantes
Até R$ 100 mil.
Cabos eleitorais
Podem ser contratados como cabos eleitorais um número limite de trabalhadores de até 1% do eleitorado por candidato nos municípios de até 30 mil eleitores. Nos demais, é permitido um cabo eleitoral a mais para cada grupo de mil eleitores que exceder os 30 mil.
Propaganda em carros
Só com adesivos comuns de até 50 cm x 40 cm ou microperfurados no tamanho máximo do para-brisa traseiro. “Envelopamentos” estão proibidos.
Propaganda em vias públicas
Permitidas bandeiras e mesas para distribuição de material, desde que não atrapalhem o trânsito e os pedestres. Bonecos e outdoors eletrônicos estão vetados.
Redes sociais
A campanha nas redes sociais estará liberada, mas é proibido contratar direta ou indiretamente pessoas para publicar mensagens ofensivas contra adversários.
Substituição de candidatos
Fica limitada a substituição de candidatos. O pedido de troca deve ser apresentado até 20 dias antes do pleito (excetuado caso de morte). A foto do candidato será substituída na urna eletrônica.
Horários de comícios
Comícios de encerramento de campanhas podem ir até 2h da madrugada. Nos demais dias, das 8h à meia-noite. Nas eleições anteriores, os comícios de encerramento de campanha também deviam acabar à meia-noite.

PSDB disputará Prefeitura de São João del Rei com Rômulo Viegas

Rômulo Viegas, candidato do PSDB à Prefeitura de São João del Rei (Foto: Reprodução/TV Integração)Coligação entre nove partidos foi anunciada neste sábado (23).
Viegas já foi prefeito da cidade, vereador e deputado estadual

O Partido Social da Democracia Brasileira (PSDB) e outros oito partidos anunciaram neste sábado (23) a candidatura de Rômulo Viegas à Prefeitura de São João del Rei. O vice da chapa será Fábio da Silva (PSB), que atualmente é vereador na cidade.
A coligação é composta pelos partidos Socialista Brasileiro, Popular Socialista (PPS), Trabalhista Brasileiro (PTB), Trabalhista Cristão (PTC), Verde (PV), Progressista (PP), Democratas e Solidariedade.
Viegas tem 62 anos, é casado e tem duas filhas. É engenheiro civil e professor universitário, já foi prefeito da cidade, entre 1989 e 1992, vereador, deputado estadual e subsecretário de Estado.
Foram apresentados, também na convenção, os 78 candidatos a vereador da coligação - 54 homens e 24 mulheres.

Nivaldo Andrade será candidato a prefeito de São João del Rei pelo PSL

Nivaldo Andrade, candidato do PSL à Prefeitura de São João del Rei (Foto: Reprodução/TV Integração)Andrade já foi prefeito por outros dois mandatos, até o final de 2012.
Coligação é composta por sete partidos.

O Partido Social Liberal (PSL) apresentou neste sábado (23) o nome de Nivaldo Andrade para disputa à Prefeitura de São João del Rei. O vice escolhido foi Jorge Hannas (PDT).
A coligação é formada pelos partidos Social Cristão (PSC), Democrático Trabalhista (PDT), do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), da Mulher Brasileira (PMB), Pátria Livre (PPL) e Humanista da Solidariedade (PHS).
Andrade tem 59 anos, é casado e pai de seis filhos. Foi prefeito da cidade histórica por três mandatos, o último deles entre 2009 a 2012 e deputado estadual entre 1998 e 2002. Já Hannas é engenheiro e já foi vice da cidade por outros dois mandatos.
Os partidos da coligação também lançaram 92 candidaturas ao Legislativo, sendo 64 homens e 28 mulheres.

PSD lança candidatura de Jânia Costa à Prefeitura de São João del Rei

Jania Costa, candidata à Prefeitura de São João del Rei (Foto: Reprodução/TV Integração)Candidata é vereadora na cidade atualmente; vice ainda não foi definido.
Jânia tem 55 anos, casada, não tem filhos e foi servidora pública municipal.

O Partido Social Democrático (PSD) definiu, em convenção nesta sexta-feira (22), indicar a atual vereadora Jania Costa como candidata à Prefeitura de São João del Rei, no Campo das Vertentes.
Nas últimas eleições municipais, quando era coligada ao Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), ela obteve 1.202 votos. O vice-candidato ainda não foi definido.
Costa tem 55 anos, é casada e não tem filhos. Foi servidora pública municipal por 20 anos e trabalhou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Está no0 terceiro mandato como vereadora e, entre 2009 e 2010, foi a primeira mulher a presidir a Câmara Municipal da cidade.
Durante a convenção municipal, o PSD anunciou a formatura de uma coligação com o Partido Republicano da Ordem Social (Pros) por meio da qual serão lançados 18 candidaturas ao Legislativo da cidade, de oito homens e dez mulheres.
JORNAL O PROGRESSO
CNPJ 07.527.960/0001-53
RUA JOSÉ ALVES DE ABREU, N 20, TEJUCO
TELEFAX(32) 33734311 ou (32) 84244418
email: jornaloprogresso@bol.com.br ou robertoviriato@gmail.com
PARA LER AS NOTÍCIAS : ACESSE A PESQUISA GOOGLE JORNAL O PROGRESSO SÃO JOÃO DEL REI MG
SINDICALIZADO NO SINDIJORI REG. 435 ( SINDICATO DE JORNAIS DE MG )
INSCRIÇÃO MUNICIPAL: 4585505
INSCRIÇÃO ESTADUAL ISENTO